Exclusivo Dérbi partido: o orgulho é, sobretudo, jogar bem! 

Dérbi partido: o orgulho é, sobretudo, jogar bem! 
Luís Freitas Lobo

Tópicos

PLANETA DO FUTEBOL - Opinião de Luís Freitas Lobo

1 - Primeiro deixar cair Slimani (para impor disciplina de grupo), depois deixar Paulinho de fora (por opção, precavendo um amarelo que o tirava do dérbi). Num ápice, Amorim prescindiu dos seus dois pontas-de-lança, de tipologias de jogo diferente (do faro da finalização até ao princípio dos apoios), mas nem por isso se sentiu que o ataque ficaria menos perigoso. Sucedeu numa "caixa de fósforos" frente a um Tondela fechado em 25/30 metros, espaços curtos por onde vaguearam Pedro Gonçalves, Edwards e Sarabia.

Descubra, destes três, qual o n.º 9. Todos ou nenhum? É exatamente essa dúvida, passada para os defesas adversários, que torna imprevisível esta outra espécie de atacar do Sporting na qual quem faz de n.º 9 não é o jogador mas sim o... espaço (quem aparece nele).