Premium Ninguém é obrigado a saber que Bernardo não é racista

Ninguém é obrigado a saber que Bernardo não é racista
José Manuel Ribeiro

Tópicos

Os amigos compreendem-nos, as redes sociais não. Nem têm de compreender

Portugal está em choque por causa do castigo da Liga inglesa a Bernardo Silva, mas faz mal. O mundo está dividido entre racistas, os que não se acham racistas e os que talvez não sejam racistas. O mesmo ato, neste caso a comparação entre uma pessoa negra e uma caricatura de uma pessoa negra, não pode valer mais ou menos consoante qual deles o pratica.

A lição para Bernardo Silva, que usou um meio de comunicação de massas para veicular a piada, é que os atingidos involuntariamente não são obrigados a pôr o sentimento de humilhação em pausa para irem ao Google pesquisar se ele é racista ou não.