Golos, Montero, calendário

José Manuel Ribeiro

Tópicos

A autoestima do Dragão na I Liga está toda nos pontos. O resto tem o Sporting

Os números são a grande defesa do treinador do FC Porto, mas não contra o Sporting: melhor ataque, melhor marcador, 17 pontos num calendário que incluiu Benfica e Braga e só um golo a mais no cadastro defensivo. O mundo, pelo menos o mundo do FC Porto, não pode girar em volta do parceiro Benfica quanto tem a respirar-lhe na nuca um adversário com argumentos que é ingénuo reportar ao mero entusiasmo inicial dos miúdos. Tanto quanto seria dado ver a um analista só pelos resultados e fichas de jogo, o Sporting pode entrar no Dragão, à oitava jornada, como a melhor equipa da I Liga em vários parâmetros, dependendo da resposta que Paulo Fonseca der hoje, em Arouca. Leonardo Jardim cultivou um grupo invulgar que faz do conhecimento detalhado das respetivas fraquezas o primeiro recurso. E que goza ainda de outra vantagem: apesar de falar mais grosso nos números, já sabe de antemão que não perderá nada no jogo com o FC Porto.