Exclusivo Foi preciso coragem para comprar Darwin

Foi preciso coragem para comprar Darwin

Há um padrão nas compras mais caras dos clubes grandes, sobretudo Benfica e FC Porto, que desaconselha investimentos maiores que a perna. Darwin foi um caso de convicção.

Na mesma semana em que transformou um investimento de 24 milhões de euros em 75 (sem os bónus), o Benfica deverá conformar-se com a perda de dinheiro no regresso de Everton Cebolinha (20 M€) ao Brasil.

Darwin Nuñez é um caso excecional. As compras mais caras dos clubes portugueses tendem a não compensar, ainda que habitualmente eles consigam recuperar grande parte da despesa ou até lucrar.