Exclusivo As auditorias não salvarão o mundo

As auditorias não salvarão o mundo
José Manuel Ribeiro

Tópicos

O Benfica, o futebol e o resto do planeta já estão fora do alcance de um homenzinho armado de calculadora. Mais ou menos como a arbitragem começa a ser um mistério para os não iniciados

Décadas de pestanas queimadas a ler notícias sobre auditorias, internas e externas, fizeram de mim um incréu quanto aos poderes de esclarecimento que elas têm.

O cenário piora quando se lhes pede que avaliem uma "indústria" sem regras em que o normal é a anormalidade. Uma comissão de 40%, por exemplo, valeria o quê numa auditoria? Ou, imaginemos, o papel de Paulo Gonçalves em transferências nas quais não representaria, aparentemente, nem o vendedor, nem o comprador?