Premium "Por falar em desigualdades: onde anda o G15?"

"Por falar em desigualdades: onde anda o G15?"
José João Torrinha

Tópicos

DOSSIÊ - José João Torrinha, cronista habitual de O JOGO, comenta a situação do futebol português com um texto enquadrado no trabalho sobre as desigualdades, feito especialmente para a celebração do 34.º aniversário do jornal.

Uma sociedade profundamente desigual, onde os ricos são cada vez mais ricos e os pobres cada vez mais pobres não é uma sociedade decente. Muito pouca gente discordará disto. E, no entanto, no futebol, tal é visto com naturalidade. O capitalismo selvagem, que na história do mundo ficou perdido lá pelos finais do século XIX, vive no futebol o seu terreno de eleição.

Em Portugal é e sempre foi assim. Um domínio avassalador de três clubes que tudo sugam à sua volta. Um desequilíbrio endémico a todos os níveis, desde o número de adeptos até às condições financeiras. Desde a influência junto do poder até à cobertura da comunicação social. Um plano inclinado que torna a missão de clubes como o meu uma espécie de David contra Golias, mas onde o David não só não tem funda como ainda lhe amarram as mãos.