Exclusivo Um eixo que Santos não pode saltar

Um eixo que Santos não pode saltar

A defesa improvisada que o selecionador apresentou frente à Turquia apenas sublinhou a urgência da renovação do lote de centrais.

O regresso de Pepe e de João Cancelo ao lote de opções à disposição de Fernando Santos para a final do play-off de acesso ao Mundial frente à Macedónia do Norte deverá permitir fintar a falta de rotinas entre os elementos da defesa que ficou evidente em vários momentos do jogo com a Turquia.

Em boa verdade, considerando as ausências de três dos quatro habituais titulares do sector, a resposta dada pelo quarteto defensivo não foi pior do seria justo esperar. Por exemplo, a Itália, que não contou com Bonucci e Di Lorenzo para o jogo com os macedónios, acabou por pagar um preço bem mais alto.