Premium Um Benfica que não chega para todas as encomendas

Um Benfica que não chega para todas as encomendas

CARA E COROA - Perder com o Leipzig, uma das melhores equipas alemãs da atualidade, ainda por cima escudado no argumento da aposta na sacrossanta formação, é algo com que pode viver muito melhor do que com uma eventual derrota em Moreira de Cónegos.

1 - Nada como um jogo sofrido, a exigir uma dose considerável de felicidade e outra igual de esforço, para demonstrar que Bruno Lage fez bem ao poupar uma parte considerável do arsenal encarnado no jogo com o Leipzig.

O treinador encarnado pode não gostar de lhe chamar gestão, mas é disso que se trata. De gerir uma equipa que, pelo menos para já, claramente não chega para todas as encomendas. Ora, tendo de escolher, é evidente que o treinador do Benfica escolhe o campeonato, até porque a Liga dos Campeões é o tipo de competição que compõe bem o discurso inconsequente dos dirigentes mas não é um objetivo realista, e já todos percebemos que Bruno Lage é um realista.