Exclusivo O calendário não mata, mas mói

Jorge Maia

Tópicos

A sobrecarga do calendário é um problema para os jogadores, mas também para os treinadores que têm de hierarquizar prioridades à entrada para mais um ciclo extenuante

Há exatamente um ano, Kevin de Bruyne queixava-se do excesso de jogos e da falta de descanso a que os jogadores de elite estavam sujeitos em virtude da sucessão de compromissos dos respetivos clubes e seleções.

Agora, foi Thibaut Courtois a dirigir críticas à UEFA e à FIFA, acusando os dois organismos de pensarem cada vez mais em dinheiro e cada vez menos nos jogadores, cuja falta de descanso afeta o rendimento e potencia o risco de lesões.