Premium Futuro do futebol português está em jogo nesta jornada europeia

Futuro do futebol português está em jogo nesta jornada europeia
Jorge Maia

Tópicos

Braga e Vitória de Guimarães têm pela frente desafios importantes, não só para eles, mas para o futebol português

1 Há dias, Bruno Lage lamentou a eliminação do FC Porto na Champions, alertando para a importância das competições europeias no combate à subalternização do futebol português no panorama continental. Ontem, Sá Pinto acrescentou ao objetivo de garantir o apuramento para a fase de grupos da Liga Europa frente ao Spartak de Moscovo a oportunidade de roubar pontos aos russos e atacar o sexto lugar no ranking da UEFA. Uma meta para a qual o Vitória de Guimarães também pode dar um contributo importante já na eliminatória frente ao Steaua de Bucareste. E é por isso que, apesar do burburinho crescente em torno do clássico do próximo fim de semana e não obstante o ruído estridente criado pela saída de Bas Dost de Alvalade, convém não perder de vista que aquilo que está em jogo na jornada europeia de hoje é o futuro do futebol português e o futuro é muito importante. Afinal, é lá que vamos passar o resto das nossas vidas.

2 O JOGO tomou a opção de não partilhar o vídeo onde se ouve adeptos do Boavista a insultar de forma obscena e primária o jogador Rochinha, do Vitória de Guimarães. Naturalmente, respeitamos quem tomou opções editoriais diferentes, mas até por ser nossa obrigação dar a melhor e mais completa informação aos nossos leitores, cumpre-nos explicar o carácter excecional desta decisão. Acreditamos que, não obstante o eventual interesse público das imagens, dado o tom pessoal e a violência verbal dos insultos em causa, a divulgação e partilha do vídeo serviria não apenas para dar eco a quem não merece mais do que repúdio, mas também para prolongar a agressão a Rochinha no tempo, multiplicando o seu efeito perverso. Feito o esclarecimento, resta dizer o óbvio: este tipo de comportamentos não pode ter lugar no desporto e erradicá-los é responsabilidade de todos, a começar pelos clubes.