Exibições de força

Jorge Maia

Tópicos

É difícil imaginar ensaios mais promissores para o clássico da próxima semana do que os jogos de ontem de FC Porto e Benfica

Assim de repente, mesmo descontando como frágil a oposição proporcionada pelos adversários, não é fácil imaginar dois ensaios mais promissores para o clássico da próxima semana do que os jogos de ontem do FC Porto e do Benfica. Paulo Fonseca aproveitou para fazer rodar meia equipa, mas nem por isso os dragões perderam o equilíbrio, impondo a lei do mais forte ao Atlético. Varela bisou, Alex Sandro, Lucho e Jackson tiveram os minutos que lhes faltaram no jogo com o Sporting e até Kelvin apareceu, como uma assombração, a marcar em cima do minuto 90 para desenterrar fantasmas de campeonatos passados e perturbar o sono dos adeptos encarnados durante a semana que antecede o reencontro com o Benfica. Na Luz, em contrapartida, Rodrigo e Lima bisaram, relativizando o impacto da anunciada indisponibilidade de Cardozo para a receção ao FC Porto, enquanto Markovic oferecia finalmente 90 minutos inteiros de talento sem oscilações de rendimento. A uma semana do clássico, FC Porto e Benfica fletem os músculos, respiram saúde e vencem por KO. Aceita-se apostas sobre quem estará de pé no final do próximo round.