Premium Bas Dost: ou vai, ou racha

Ou Bas Dost sai mesmo do Sporting para o Eintracht de Frankfurt ou os leões têm um grande problema para resolver.

Bas Dost não tem futuro no Sporting. Depois da troca de comunicados entre o clube e o empresário do jogador que marcou o dia de ontem, seria preciso um milagre de diplomacia e relações públicas para que o holandês pudesse voltar a encontrar espaço na equipa de Marcel Keizer enquanto Frederico Varandas for presidente.

De resto, percebe-se que o Sporting tenha dado o primeiro puxão na corda que ontem rebentou, ao tornar públicos, e logo de forma oficial, detalhes da negociação que normalmente são tratados com alguma reserva para apontar de forma clara o dedo ao jogador e ao seu agente. Há um ano, os leões tiveram de pagar para convencer Bas Dost a ficar; agora, não querem ter de pagar para convencê-lo a sair. Para lá da ironia, os dois momentos estão ligados por uma relação de causa e efeito cuja origem pode ser traçada até aos últimos dias da desastrosa gestão de Bruno de Carvalho e, em concreto, ao ataque à Academia de Alcochete.