Premium Siga a dança! 

Jorge Coroado

Tópicos

APITADELAS - Três árbitros (C1, AAC1 e C2), buscando manutenção nas respetivas categorias, invocando nulidade das classificações finais da época 2017/18, recorreram para o Conselho de Justiça (CJ)arguindo com incumprimento legal e regulamentar por parte do CA da FPF.

Para o efeito, lograram demonstrar, ver admitido e reconhecido pelo CJ, como o órgão gestor do sector, em evidente ação eivada de laxismo, ignorância e incompetência, desrespeitou normas e preceitos legais.