Exclusivo É possível!

Jorge Coroado

Tópicos

APITADELAS - Opinião de Jorge Coroado

É possível, de modo assertivo e efetivo dotar a arbitragem de qualidade e competência, transmitir conhecimento. É possível fazer sentir aos árbitros que, apesar do arbítrio consignado na Lei V das Leis do Jogo, têm obrigação intrínseca em compreender, interpretar e aplicar as regras, cumprindo e fazendo cumprir com rigor os ditames das mesmas, porém com bom-senso.

Bom-senso dedicado à preservação do espetáculo sem descurar noção absoluta de se tratar de modalidade desportiva, logo física e dinâmica, onde os movimentos não são lineares, o equilíbrio ou procura dele depende das circunstâncias do momento (não, futebol não é atletismo, uma corrida) e o contacto, quase permanente, seja na procura da bola ou para evitar o adversário de a conquistar, exige vigor e determinação.