Premium "O clássico é a partida perfeita para libertar os dragões do fardo do recorde"

"O clássico é a partida perfeita para libertar os dragões do fardo do recorde"

FORA DA CAIXA - Não me surpreenderia se Sérgio Conceição desse por si dividido, esta manhã, quanto ao desfecho ideal do jogo com o Sporting.

O PESO DO RECORDE
Já nem útil é, a pressão

Não me surpreenderia se Sérgio Conceição desse por si dividido, esta manhã, quanto ao desfecho ideal do jogo com o Sporting. Depois do empate do Braga, o FC Porto fica ainda mais à vontade no topo da Liga. E o clássico é a partida perfeita para libertar os dragões do fardo do recorde com que lidam. Conceição quer ganhar sempre, claro. Mais: este é um jogo cheio de atenções que, aliás, vale o tal recorde (agora) a solo. Mas basta ouvir o que disse Abel antes de Portimão: ter de ganhar sempre é um sufoco. E o sufoco do FC Porto, paradoxalmente, é bem umas cinco vezes o do Braga. A equipa dá sinais de ansiedade, e o Sporting, sendo um rival, não é um inimigo. Um empate talvez fosse até mais do que um mal menor. Não tenha sido Sérgio assaltado por este raciocínio, ao menos ontem à noite, e eu não conheço os treinadores de futebol.