Premium "Chamada de Dyego Sousa custa-me pela Seleção, não pela pátria"

"Chamada de Dyego Sousa custa-me pela Seleção, não pela pátria"

FORA DA CAIXA - Um texto de opinião de Joel Neto.

FALTOU ELEGÂNCIA
... e sobrou ajuste
de contas

Furioso, Sérgio Conceição acabou por atenuar o crime de Manuel dos Santos. O eurodeputado já tinha sido criticado o suficiente, aliás por imensa gente (até por mim). Ao treinador do FC Porto, havia enviado entretanto um quase ato de contrição. Teria ficado bem melhor a este, se não recusar comentários (como chegou a sugerir), pelo menos não lhe chamar "parasita". De repente, "complexado e aldrabão compulsivo" ficou a parecer um nadinha menos grave. É preciso saber ganhar com graciosidade.