Central de problemas!

1 - Não é fácil uma equipa resistir a tantos erros individuais como aqueles que o Sporting cometeu em Madrid. Coates e Mathieu tiveram falhas infantis e ofereceram dois golos ao Atlético de Madrid. Fábio Coentrão e Bas Dost viram cartões amarelos de uma forma perfeitamente absurda e vão ficar fora do jogo da segunda mão. Montero falhou um golo nos últimos segundos do jogo de forma escandalosa. Tudo isto é verdade, mas a reacção do presidente do Sporting é inadmissível. Bruno de Carvalho não é um adepto!... Não é um comentador!... Bruno de Carvalho é o presidente do Sporting, mas não se comportou como tal. O que o líder leonino escreveu nas redes sociais é muito grave. Pior ainda é Bruno de Carvalho não ter a noção da gravidade daquilo que escreveu. Não me recordo de uma situação parecida. O que está a acontecer em Alvalade já entra no domínio do surreal! Não consigo imaginar os efeitos que isto possa ter, mas não serão seguramente efeitos positivos. O Sporting continua a ter uma capacidade de se autodestruir que não é vulgar. Depois disto, e depois das proporções que isto ganhou, penso que Bruno de Carvalho não tem condições para continuar na presidência do Sporting. Ele até pode continuar a pensar que o que disse não teve gravidade! Mas teve. Foi muito grave. Foi tão grave que eu penso que não tem conserto.

2 - A minha música da semana vai para Cristiano Ronaldo pelo formidável golo que marcou em Turim. De que planeta vieste, Cristiano?! Um verdadeiro ET do futebol. Para o CR7 fica a canção dos Queen "Bicycle Race".

"Bicycle, bicycle, bicycle... I want to ride my bicycle... I want to ride my bike... I want to ride my bicycle... I want to ride it where I like..."

3 - Pastéis de Nathan foi aquilo que o Porto provou em Belém! Atenção a este brasileiro emprestado pelo Chelsea ao Belenenses: Nathan tem apenas 22 anos e é um belíssimo jogador. Eu não estava, no entanto, à espera de que o Porto perdesse no Restelo. Nas últimas três jornadas, os dragões perderam seis pontos e abandonaram a liderança do campeonato. Claro que o plantel é muito curto e, com lesões e castigos, Sérgio Conceição vê-se aflito para gerir a equipa. Seja como for, não contava com dois trambolhões seguidos. Já aqui o tinha escrito, o FC Porto era, pela qualidade que vinha apresentando, o meu favorito à conquista do campeonato, mas estas duas derrotas, em Paços de Ferreira e no Restelo, podem mudar muita coisa. Vamos ver a resposta que a equipa vai dar nas próximas jornadas. A começar já pelo jogo de hoje no Dragão, frente ao Desportivo das Aves... E depois, claro, na jornada seguinte, na Luz, contra o Benfica. A ausência de Danilo Pereira, logicamente, complica ainda mais as contas a Sérgio Conceição. O Porto não tem um jogador com características parecidas com as do campeão europeu. Herrera e Sérgio Oliveira fazem uma boa dupla, mas não é a mesma coisa. Com a matéria-prima que tem à disposição, muito tem feito o treinador do Porto. Sérgio Conceição faz omeletes com poucos ovos! E quando, ainda por cima, se partem alguns dos melhores ovos... Não se pode pedir tortilha.

4 - Escrevo esta crónica sem saber como ficou o jogo entre o Vitória de Setúbal e o Benfica. Um jogo muito importante para a equipa de Rui Vitória, na jornada que antecede o clássico de dia 15 entre Benfica e Porto. Tenho neste momento esta convicção: se os encarnados ganharem estes dois jogos, serão pentacampeões nacionais. Mas claro, não sei sequer se o Benfica ganhou no Bonfim. Confesso que não acreditava que as águias pudessem estar a voar tão alto neste campeonato! Aliás, fui dando conta disso nestas minhas crónicas ao domingo, mas nunca me escondo e se no final tiver de dar a mão à palmatória, cá estarei, com a humildade de sempre, a reconhecer que estava errado. Para já, este Benfica surpreendeu-me pela positiva!... Mas como terá ficado o jogo em Setúbal?! Vai ser jogo a jogo, batalha a batalha... E atenção à possibilidade de o campeonato se decidir pelo número de golos marcados e sofridos. O campeão vai ganhar ao sprint. Há apenas dois candidatos: Benfica e Porto. O Sporting, apesar da derrota na Cidade dos Arcebispos, até podia ter ressuscitado na Páscoa... Mas os leões matam-se a eles próprios! Agora foi o presidente a dar vários tiros na equipa! O leão ficou ferido de morte... E já dificilmente se levanta.