À espera do encore

Modric foi, para variar, o melhor em campo, o que deve ter levado Florentino Pérez a ligar para a Juventus a saber se o querem

Enorme avanço na ciência: foi descoberta a cura para as insónias! Esqueça a contagem de carneiros ou os comprimidos. Se quer mergulhar rapidamente num sono reparador, veja a primeira meia hora do Rússia-Croácia. Mas tente acordar a tempo do golaço de Cheryshev. A única coisa chata quando aplaudimos um golo daqueles é saber que estamos a deleitar-nos com a mesma coisa que Putin. Podia ser pior, podíamos estar a fazer caça submarina na Sibéria... Minutos depois a Croácia empatou e pronto. Querem emoção? Esperem pelo prolongamento! Tal como nos concertos, o melhor vem no encore. Vida, o jogador predileto dos fãs do trocadilho, fez um golo digno de banda sonora do Benny Hill, e espero que tenha feito a promessa de cortar aquele cabelo caso marcasse. Mário Fernandes, mesmo com nome banal, ressuscitou a Rússia. Modric foi, para variar, o melhor em campo, o que deve ter levado Florentino Pérez a ligar para a Juventus a saber se o querem. Ao início da tarde quem carimbou a passagem às "meias" foi a Inglaterra, também conhecida como "Três Leões". Neste momento tem mais do que a nossa seleção, e até já conseguiram levar o Patrício para lá... E por falar em leões, acabo de receber uma notificação: "Bruno de Carvalho anuncia candidatura". Já não vi o resto, depois digam-me quem levou a melhor nos penáltis.