Premium Uma final atravessada por João Félix e Bruno Fernandes

Uma final atravessada por João Félix e Bruno Fernandes

A TÁTICA DO PROFESSOR - O Benfica seguiu o seu caminho e conseguiu ultrapassar a barreira João Félix; o Sporting ainda está antes de saltar a barreira Bruno Fernandes.

1 - Como há alguma distância para provas em que vão querer chegar longe - Liga dos Campeões e Liga Europa -, Sporting e Benfica tiveram tempo para pensar neste dia em que abre a época oficial e, como vem sendo hábito em Portugal, com um encontro entre o vencedor do campeonato e o da Taça de Portugal.

No caso de hoje, é também um dérbi sempre do agrado de quem gosta de futebol. E, ao que vi, as equipas andaram a trabalhar nos últimos dias (semanas) a pensar neste jogo, que pode ser um balanço ótimo para quem ganhar, conseguindo um início vitorioso de temporada. Olhando ao que fizeram na pré-época, parece-me que o Benfica está muito mais dentro daquilo que será a sua estrutura para a nova época e que não difere muito daquela que lhe deu o título, ou seja, deu continuidade ao bom trabalho realizado. Mais, fê-lo sem pensar em João Félix. Há duas semanas escrevi aqui que seria um erro tremendo, é um erro, qualquer treinador fazer uma equipa à volta de um jogador: por muito valioso que ele seja, dá asneira.