Premium Começar a ganhar no ensaio geral

DESCALÇO NA CATEDRAL - Pode-se dizer até que, num certo sentido, o ponto fulcral do "modo Lage" reside aí: no gosto pela reinvenção

E não é que sempre chegou o dia de hoje? Já não era sem tempo, não é verdade, amigos? É hoje, sim, é hoje que começa a bola a sério. É este o domingo inicial em que volta tudo de novo. Olaré, aqui vamos nós. Bom sinal, quer dizer que estamos vivos. Mais: que somos miúdos outra vez, prontos para sofrer a maravilhosa irracionalidade do maior jogo do mundo.

E, no entanto - não sei se concordam -, a Supertaça parece guardar qualquer coisa de ensaio geral. Tem a ver com a data, assim nas vésperas de cortarmos a fita ao campeonato. Para o Benfica, o jogo de hoje será com o Sporting, mas também contra a tradição, a estatística e a superstição não escrita que diz que é preciso não começar assim muito bem para se poder acabar mesmo magnificamente. No teatro, também se diz do ensaio geral que é preciso que corra mal para a estreia funcionar. É uma superstição como outra qualquer, claro - só tem efeito se acreditarmos nela. Esta tem, apesar de tudo, um fundamentozinho de lógica: se acharmos que já está tudo ótimo, vamos trabalhar para melhorar o quê? Seja como for, prefiro que a tradição e a superstição deem uma volta ao bilhar grande esta noite, enquanto o Benfica ganha o primeiro jogo e o primeiro troféu da temporada.