Play-off para decidir campeão italiano

Play-off para decidir campeão italiano
Cláudia Garcia

Tópicos

VISTO DE ITÁLIA - Opinião de Cláudia Garcia

Vamos resolver isto já, porque não há nada a fazer e o futebol europeu não pôde mesmo continuar em campo, mesmo sem público. A pressão da emergência sanitária, provocada pelo Coronavírus, é muito forte e levou a Itália a interromper o campeonato interno e a UEFA, finalmente, a tomar medidas e suspender todas as competições europeias.

Os outros países seguiram os mesmos passos. É uma pena, porque o futebol faz falta nestes dias mais cinzentos, mas é compreensível a decisão de parar a bola. A Itália é o caso mais grave de Coronavírus em toda a Europa e, por isso, o país todo vai continuar em isolamento, pelo menos, até dia 3 de abril. É provável que essa data ainda seja prolongada e até lá não vai haver jogos de futebol de certeza.

Depois disso, sobram poucas datas disponíveis para poder concluir as jornadas que faltam. Se a UEFA não adiar o Europeu para dezembro ou para o próximo verão, não há nada a fazer, e a Serie A vai mesmo ter de terminar, no máximo, no dia 31 de maio. Por isso, sobra mais ou menos um mês para disputar meias-finais e final da Taça Itália e decidir o campeão. Não há tempo para recuperar todas as jornadas do campeonato e a fórmula do play-off está a ser ponderada para decidir o vencedor, assim como um play-out para decidir quais os clubes que descem de divisão.

Se assim for, aprovo totalmente esta solução irreverente e emocionante, ao estilo NBA. Ao fim de oito anos de domínio da Juventus, esta época, a Serie A, finalmente, voltou a ser competitiva e é uma pena não assinalar o campeonato a ninguém. A Juventus é líder, mas tem apenas um ponto a mais do que a Lázio e seis do que o Inter - que tem, no entanto, um jogo a menos.

A Atalanta é quarta e está a 13 pontos, também com um jogo a menos, mas pelo espetáculo que tem dado em Itália e na Europa merece entrar neste minitorneio. Decidir o campeão entre estas quatro primeiras não me choca, pelo contrário, porque a distância entre elas é mínima. Um play-off com jogos entre todas, meias-finais e final garante emoção, tensão, deceção e alegria, tudo o que o futebol nos dá e que nestas semanas nos vai tirar.