Opinião

PremiumClaudia Garcia

André Silva não teve o tempo de Cristiano Ronaldo

André Silva marca, marca e marca, não só aos clubes "fraquinhos" da Liga Europa, como se queixavam os adeptos do Milan, mas agora até ao gigante Real Madrid. Depois de um hat trick na estreia com o Sevilha e de um golaço à seleção italiana, vê-lo agora bisar frente aos merengues é demasiado duro para os adeptos rossoneri, que deste lado veem um Milan cinzento como sempre e arrependem-se das críticas endereçadas ao português. Faltou tempo e paciência. Pois é. É tarde. O ex-avançado do Milan agora lidera a tabela dos melhores marcadores de La Liga e anda feliz da vida nos 40 graus de Sevilha, enquanto em Milão, as exibições do clube são tão frias como marca o termómetro.