Premium Silas tem uma montanha íngreme para escalar, a de Varandas avoluma-se a cada dia

Silas tem uma montanha íngreme para escalar, a de Varandas avoluma-se a cada dia

FOLHA SECA - A crónica de Carlos Tê: notas dum observador neutro sobre a crise do Sporting

Nem o observador mais neutro fica indiferente à crise no Sporting: três desaires em casa perante adversários de menor gabarito geraram um insólito rodopio de treinadores: Silas rende Pontes, acabado de render Keizer, que saiu com duas Taças ganhas por penáltis, em que os seus jogadores foram mais fortes do que os do Porto, ou tiveram mais sorte, e deram a melhor safra de troféus ao clube em muitos anos.