Exclusivo Final da Champions? Talvez devessem ter-se aconselhado com as autoridades portuguesas

Final da Champions? Talvez devessem ter-se aconselhado com as autoridades portuguesas

FOLHA SECA - Opinião de Carlos Tê

A final da Liga dos Campeões borrou a pintura da UEFA. As televisões afadigavam-se a reportar o impensável e um casal vindo da Grécia exibia resignadamente os bilhetes por nem conseguir chegar perto dos portões. Pior estavam as centenas de almas lacrimejantes que a polícia tentava dispersar à bastonada.

Ninguém contava com uma romaria tão grande nem com a escala industrial de falsificação de bilhetes. O esquema de segurança também não deu pelas movimentações que os locais prepararam para o fim do jogo. Paddy Pimblet, lutador de UFC e adepto do Liverpool, escapou a trinta meliantes armados com machetes, facas e barras de ferro. O grupo actuou nas redondezas do Stade de France obrigando os adeptos a deitar-se no chão para os aliviar das carteiras e dos relógios.