Muito bebeu Mourinho de sir Robson, e isso só prova a sua inteligência

Muito bebeu Mourinho de sir Robson, e isso só prova a sua inteligência
Carlos Pereira Santos

Tópicos

Bobby Robson, um senhor, não se enganou quando me disse, numa conversa no Clube Inglês, que Mourinho ia ser um grande treinador

Tive a felicidade, o privilégio e a honra de conhecer sir Bobby Robson e, mais do que isso, de me tornar amigo dele - nas muitas conversas que tivemos, aprendi muito sobre futebol e sobre o ser humano. E era um senhor com um sentido de humor fantástico, até nos treinos, a maior parte deles abertos aos jornalistas (sim, eram abertos, hoje são todos fechados, vá-se lá saber porquê).

Conheci o senhor Robson quando fui a Alvalade entrevistá-lo, pouco antes de Sousa Cintra ter tido aquela ideia luminosa de o dispensar. Pinto da Costa, que percebe mais disto do que muitos de nós juntos, foi buscá-lo para o FC Porto onde se sagrou bicampeão nacional.

Com ele veio José Mourinho, que eu já conhecera em Alvalade, mas como tradutor. Já no Porto, num almoço no Clube Inglês, que Robson adorava frequentar, falava-me de um dos seus adjuntos, José Mourinho (o outro era Augusto Inácio). "He will be a great coach, "granda" treinador", disse-me, naquela mistura tão patusca de inglês com português que nos abria sempre um sorriso.

Não sei se alguma vez comentei com Mourinho esta profecia. A verdade é que José Mourinho faz hoje o jogo mil da sua carreira. Mourinho ganhou em todos os países onde treinou, mas terá sido em Portugal, ao serviço do FC Porto, que teve a sua vitória mais saborosa, porque a mais difícil e improvável, foi a Liga dos Campeões de 2004.

Muito bebeu Mourinho de sir Robson, e isso só prova a sua inteligência, a sua classe, a sua criatividade, porque soube aprender com um dos melhores. Os treinadores portugueses têm que agradecer a José Mourinho as portas que ele abriu no mundo. Como ninguém. "O que ele me deu? Não o consigo descrever em palavras", isto disse um dia Mourinho sobre Bobby Robson. E José Mourinho continua a dar-nos imenso.