Premium Vlachodimos, uma odisseia pela frente

Vlachodimos, uma odisseia pela frente

JOGO FINAL - O Benfica vai ficar pelo menos quatro meses nas mãos do guarda-redes a quem foi dizendo que não serve

Vlachodimos é um bom guarda-redes, mas o Benfica tem a legítima ambição de querer na baliza um guardião de qualidade extra. Por isso foi ao mercado com estrondo. Apontou ao Barcelona (Cillessen não terá passado de abordagem) e ao Real Madrid (Keylor Navas foi interesse efetivo) e acabou a contratar na Juventus, mas cometeu um erro que ontem teve ampliação inesperada.

Ao contratar Perin, nome que por si só valida qualidade, anunciou a Vlachodimos que estava fora de combate. Não se paga 15 milhões por um guarda-redes da Juventus para ser suplente. Mas o Benfica sabia que pelo menos antes de setembro não poderia utilizá-lo, como tal não estava em condições de permitir ao titular da época passada procurar outro caminho.