Premium No FC Porto, a gestão também se faz dentro de campo

No FC Porto, a gestão também se faz dentro de campo
Carlos Machado

Tópicos

PONTAPÉ NA CANELA - Carlos Machado, chefe de redação de O JOGO, escreve hoje sobre o desempenho da equipa do FC Porto nos jogos do campeonato e da Liga dos Campeões

O FC Porto cumpriu em Portimão o compromisso interno de ganhar o jogo seguinte a um desaire. Sérgio Conceição não gosta de falar de gestão do plantel, mas não quer dizer que não a faça. Primeiro porque testar os limites também pode ser uma forma de gerir, depois porque, após uma preparação cuidada, o mais importante acontece no relvado.

Quem tem um plantel valioso, com jogadores de real capacidade sempre a bater à porta da oportunidade, aqueles que espantosamente não jogam só porque não cabem todos - como acontece com o Manchester City, por exemplo -, pode fazer as alterações que quiser sem arriscar quebras de rendimento. Se não joga o Chico, joga o Zé e corre tudo bem na mesma.