Premium A felicidade de sofrer uma vitória

A felicidade de sofrer uma vitória

Um Benfica com problemas de identidade viu-se em aflições ante um adversário que jogou de igual para igual. No final só podia festejar.

A melhor versão possível do Benfica saiu de Moreira de Cónegos somando mais três pontos mas sem perceber duas coisas: primeiro, por que razão não foi capaz de impor o seu jogo; segundo, como lhe caiu do céu aquela vitória quando tudo se afigurava irremediavelmente perdido.

Uma mistura de felicidade - golo do empate - e querer, mesmo atabalhoado, escondeu problemas de ligação, ansiedade e falta de ligação entre sectores. Apesar de contar com toda a gente, a equipa da Luz não conseguiu ser diferente daquela que, no jogo da Champions, se deixou vergar em casa pelo Leipzig, que mesmo sabendo-se ser tão candidato a passar à fase a eliminar como qualquer outro, em termos práticos é o representante do pote 4.