Premium Finais europeias só com ingleses comprovam o império do mérito

Finais europeias só com ingleses comprovam o império do mérito
António Barroso

Tópicos

A Liga inglesa, há uns meses, alertou contra os perigos do Brexit. Deste lado da Mancha, ninguém vislumbrou o aviso da sua hegemonia em crescendo. É hoje um império coerente e com méritos próprios.

Quando, a 21 de novembro passado, a Premier League alertou para os possíveis efeitos nefastos que o Brexit (saída do Reino Unido da União Europeia) poderia criar no futebol inglês, não passava pela cabeça de ninguém que as duas finais das duas mais importantes competições no Velho Continente iriam ter quatro emblemas ingleses, três dos quais sedeados em Londres.