Exclusivo Quando o futebol lava mais branco

Álvaro Magalhães

Tópicos

VISTO DO SOFÁ - Opinião de Álvaro Magalhães

PSG e Manchester City, os dois clubes mais poderosos do planeta, onde os craques se atropelam uns aos outros, o que acontece, principalmente, no PSG, chocaram de frente na passada terça-feira, num jogo que foi mais - ou seria menos? - do que um jogo, remetendo-nos para um daqueles filmes de acção que se centram na luta entre duas criaturas monstruosas, algo como Godzilla contra King Kong.

Estes dois clubes já deixaram de representar associações de pessoas, tribos, para passarem a representar, principalmente, os estados que os compraram e financiam: o Catar, no caso do PSG, Abu Dhabi (Emirados Árabes Unidos) no caso do City. Diz-se que são dois clubes-estado, seja lá isso o que for.