Premium O jogo que todos os amantes do futebol deveriam ver antes de morrer

O jogo que todos os amantes do futebol deveriam ver antes de morrer
Álvaro Magalhães

Tópicos

VISTO DO SOFÁ - O dérbi de Buenos Aires (Boca Juniors-River Plate), elevado à potência de uma final da Taça dos Libertadores, fez-se global e é o acontecimento futebolístico da actualidade. O jornal inglês "The Mirror", que listou os 50 melhores dérbis e clássicos do planeta, pô-lo no primeiro lugar, à frente dos grandes jogos europeus, onde estão os melhores jogadores do mundo. E o "Guardian" garantia que se tratava do maior evento que qualquer amante de futebol poderia - e deveria - ver antes de morrer.

Segui o conselho e vi a primeira mão, em casa do Boca Juniors. Como era possível que um jogo entre dois clubes da mesma cidade gerasse mais envolvimento e paixão do que, por exemplo, a disputa habitual entre um deles e um clube brasileiro? É mais importante submeter o vizinho do que abater um gigante estrangeiro? A resposta é "sim" e pode ser encontrada no passado do futebol, que é a sua explicação: o dérbi é a essência do jogo e tem uma matriz que precedeu centenas de anos o nascimento do futebol moderno.