Exclusivo Diz-me de que clube és e talvez eu acredite no que estás a dizer

Diz-me de que clube és e talvez eu acredite no que estás a dizer
Álvaro Magalhães

Tópicos

VISTO DO SOFÁ - Não se percebe por que razão os comentadores do futebol amordaçam sem piedade os adeptos que também são.

Por estes dias, José Manuel Delgado, sub-director do jornal "A Bola" e Rui Pedro Brás, comentador de futebol da TVI, foram apanhados em flagrante, sem a máscara da imparcialidade com que ganham a vida.

Delgado fez um esgar de dor quando Sérgio Oliveira marcou o segundo golo do FC Porto em Turim, o que expôs a sua condição de adepto do Benfica (e quem mais poderia sofrer assim diante de um golo crucial do FC Porto?). Foi um momento de revelação, de verdade, esse, pois aquele benfiquista incomodado e dorido é quem José Manuel Delgado realmente é. O jornalista que, no dia seguinte, elogiava o feito do FC Porto, num editorial enfadonho e burocrático, já era um outro, que finge ser quem não é; e esse não difere de um actor que representa um papel, é uma sombra de outra pessoa, uma personagem.