FC Porto estreia-se com reviravolta na Supertaça de voleibol feminino

FC Porto estreia-se com reviravolta na Supertaça de voleibol feminino

Academia José Moreira/FC Porto conquistou este sábado a Supertaça em voleibol feminino, derrotando o Leixões por 3-2.

A Academia José Moreira/FC Porto conquistou a Supertaça feminina de voleibol, disputada no pavilhão municipal de Vila Flor, diante do Leixões, vencedor na época passada. É o primeiro triunfo da equipa de Nogueira da Regedoura, em Santa Maria da Feira, que impôs o maior número de soluções a um Leixões em reconstrução por 3-2, com os parciais de 27-29, 23-25, 25-17, 25-16 e 15-6.

O equilíbrio foi a nota dominante, pelo menos nos dois primeiros sets, que caíram para a equipa matosinhense, que vinha de duas vitórias consecutivas na competição.

Contudo, o maior leque de opções que o treinador Rui Moreira tinha no banco permitiu-lhe rodar mais a equipa e encontrar as soluções certas para contrariar o bloco leixonense.

A Academia José Moreira/FC Porto entrou melhor nos dois sets iniciais, mas seria o Leixões a triunfar em ambos, com uma excelente ponta final, com maior concentração, apesar de várias falhas no serviço.

Nenhuma equipa se conseguiu distanciar da rival mais do que três pontos.

A toada inverteu-se a partir do terceiro set. Rui Moreira fez algumas rotações no "seis inicial" e a sua equipa rapidamente cavou uma vantagem de oito pontos (11-3).

O Leixões, que não perdeu a calma, procurou reagir e ainda recuperou, mas o 25-17 final era o início da recuperação portista, no primeiro ano da parceria com a Academia José Moreira.

Com entradas fortes nos dois sets seguintes, a Academia selou o triunfo com um 25-16 e um 15-6 na "negra', que valeu a conquista do primeiro troféu da temporada.

Victória Pinto foi a figura do encontro, ela que, tal como a equipa, não começou tão bem. Chegou a passar pelo banco no segundo set, mas, a partir do terceiro, afirmou-se como uma das pontuadoras da equipa. Terminou com 16 pontos anotados e mostrou um serviço agressivo que causou dificuldades ao Leixões.

Jogo no Pavilhão Municipal de Vila Flor, em Vila Flor

Leixões - AJM/FC Porto, 2-3

Parciais: 29-27, 25-23, 17-25, 16-25 e 6-15.

Sob arbitragem de Nuno Maia e José Caramez, as equipas alinharam:

- Leixões: Cassidy Baird, Cara Cunningham, Savanah Rainford-Allen, Maria Pandulli, Carla Sousa, Ana Figueiras e Beatriz Basto (líbero). Jogaram ainda Maria Lemos, Bruna Costa, Cláudia Vila Nova, Adriana Monteiro, Inês Ferreira e Margarida Pedrosa.

Treinador: Miguel Coelho.

- AJM/FC Porto: Jordane Tolentino, Bárbara Gomes, Beatriz Santos, Juliana Antunes, Carina Moura e Joana Resende (líbero). Jogaram ainda Viviane Isidoro, Ana Valea, Victória Pinto, Tânia Oliveira, Célia Almeida, Bruna Guedes, Joana Resende e Marlene Pereira.

Treinador: Rui Moreira

Assistência: 800 espectadores.