Benfica segue em frente na Champions de voleibol

Benfica segue em frente na Champions de voleibol
Redação com Lusa

Tópicos

Benfica irá defrontar os finlandeses do Ford Levoranta Sastamalana na segunda ronda de qualificação para a fase de grupos (são três).

O Benfica qualificou-se esta quarta-feira para a segunda ronda de qualificação da Liga dos Campeões de voleibol, ao receber e vencer os estónios do Bigbank Tartu, por 3-1, em jogo da segunda mão da primeira ronda.

Depois do triunfo, por 3-1, na Estónia, o Benfica estava bem encaminhado para aceder à segunda, de três rondas, de acesso à fase de grupos da Liga do Campeões, bastando apenas vencer dois dos parciais esta noite.

Com este resultado, o Benfica vai agora defrontar os islandeses do Valepa, que hoje venceram os neerlandeses do Draisma, por 3-1, depois de terem ganho na primeira mão, por 3-2.

Os campeões nacionais entraram mais fortes no jogo, com bons apontamentos no bloco e no serviço, motivo pelo qual rapidamente manietaram o Bigbank Tartu, que mais não fez que tentar perder pelo menor número de pontos possível, aproveitando a desconcentração final dos "encarnados" para chegar ao final do set a perder apenas por quatro pontos (25-21).

No segundo parcial, aquele que seria o da confirmação, os comandados de Marcel Matz, surpreendentemente, entraram "tremidos", tendo os forasteiros chegado à condição de vencedores (6-5) e estado a liderar o marcador por seis pontos de vantagem (17-11), acabando por vencer por claros 25-17.

André Aleixo abriu o caminho no terceiro parcial, o Bigbank Tartu pouco depois passou para a frente do marcador (3-1), mas isso não atemorizou os "encarnados", que se balancearam, ombrearam e suaram para 'carimbar' o passaporte para a fase seguinte (25-21).

Já com o destino traçado, a parte restante da eliminatória foi apenas para "cumprir" calendário, tendo o jogo perdido intensidade e, por inerência, emotividade. O Bigbank Tartu entrou mais forte, mas o Benfica chegou à condição de vencedor à passagem dos 11-10, pelo inevitável André Aleixo e depois, a partir daí, controlou as operações até Pablo Machado selar o jogo (25-20).

Jogo realizado no Pavilhão n.º 2 do Estádio da Luz, em Lisboa.

Benfica - Bigbank Tartu, 3-1.

Parciais: 25-21 (25 minutos), 17-25 (26), 25-21 (24) e 25-20 (27).

Sob a arbitragem de David Fernandez Fuentes (Espanha) e Chantal Kaiser (França), as equipas alinharam:

- Benfica: André Lopes, Hugo Gaspar, Flávio Soares, Tiago Violas, André Aleixo e Ivo Casas (líbero). Jogaram ainda: Peter Wholfahrtstatter, Pablo Machado, Lucas Santos, Aaro Nikula, Bernardo Westermann e Bernardo Silva (líbero).

Treinador: Marcel Matz.

- Bigbank Tartu: Albert Hurt, Martti Juhkami, Aleksander Eerma, Alex Saaremaa, Valentin Kordas e Rait Rikberg (líbero). Jogaram ainda: Kevin Soo, Ronald Jarv, Mart Naaber, Tamur Viidalepp e Taavet Leppik (líbero).

Treinador: Alar Rikberg.

Assistência: cerca de 800 espectadores.