Portugueses em Tóquio'2020: João Vieira quinto nos 50 km marcha, K4 avança

Portugueses em Tóquio'2020: João Vieira quinto nos 50 km marcha, K4 avança
Redação com Lusa

Tópicos

A cerca de 800 quilómetros de Tóquio, onde estão a ser disputadas as provas de atletismo de estrada, o marchador riomaiorense concluiu a prova em 3:51.28 horas, a 1.20 do vencedor, o polaco Dawid Tomala.

O português João Vieira foi quinto nos 50 km marcha dos Jogos Olímpicos Tóquio'2020, com Ana Cabecinha em 20.º nos 20 km femininos, enquanto o K4 500 português apurou-se com dificuldades para as meias-finais.

Em Saporo, o vice-campeão do mundo da distância assegurou, aos 45 anos, a sua melhor classificação olímpica de sempre, superando o 10.º lugar no 20 km de Atenas'2004, naquela que foi a primeira vez que concluiu a maior distância, à terceira tentativa.

A cerca de 800 quilómetros de Tóquio, onde estão a ser disputadas as provas de atletismo de estrada, o marchador riomaiorense concluiu a prova em 3:51.28 horas, a 1.20 do vencedor, o polaco Dawid Tomala.

O resultado, de resto, é também a melhor classificação de sempre de um marchador luso na distância, superando o oitavo lugar de José Pinto, em Los Angeles'1984.

Após uma época negra, marcada pela morte do seu pai e pela infeção pelo novo coronavírus, Ana Cabecinha concluiu a sua quarta participação olímpica no 20.º lugar, a 4.56 minutos da vencedora, a italiana Antonella Palmisano.

Mesmo assim, aos 37 anos, a atleta do CO Pechão, que detém o melhor resultado em provas femininas de marcha, com a sexta posição no Rio'2016, alcançou, no circuito do parque Odori a melhor marca pessoal do ano (1:34.08 horas).

Em Tóquio, na canoagem, Emanuel Silva, João Ribeiro, Messias Baptista e David Varela precisaram de disputar os quartos de final para chegar às meias-finais do K4 500 metros, marcada para sábado.

No Sea Forest Waterway, o quarteto luso foi quinto na primeira série de apuramento, e teve de disputar os 'quartos', em que foi quarto, avançando para a próxima fase.

Esta é apenas a segunda prova internacional do K4 500 metros desde os Mundiais de 2019, nos quais se apurou para Tóquio2020, com o sexto lugar.

Posteriormente, a equipa treinada por Rui Fernandes, que nesse ano foi quarta nos II Jogos Europeus, em Minsk'2019, só fez a Taça do Mundo deste ano, na qual foi quarta, e agora procura novo pódio para a canoagem, que já lá esteve com Fernando Pimenta, bronze em K1 1.000 metros.