Camas partidas e um buraco na parede: o episódio que envergonha a Austrália em Tóquio'2020

Camas partidas e um buraco na parede: o episódio que envergonha a Austrália em Tóquio'2020

Percorra a galeria de imagens acima clicando sobre as setas.

Redação

Tópicos

Não foram revelados os nomes dos atletas ou da modalidade que representaram

Atletas australianos partiram as camas dos quartos na aldeia olímpica e ainda fizeram um buraco numa parede. Tudo isto antes de deixaram Tóquio, confirmou esta terça-feira o Comité Olímpico da Austrália. E, como se não bastasse, alguns atletas demonstraram um "comportamento inaceitável" no voo de regresso, acrescentaram as autoridades.

Perante tudo isto, o chefe da comitiva olímpica australiana, Ian Chesterman, afirmou que os atletas pediram desculpa e que, por isso, não seriam tomadas medidas disciplinares. Acrescentando que os danos eram "menores" e que não era "a coisa mais difícil do mundo partir a cama de papelão". As famosas camas "anti-sexo", como a organização dos Jogos anunciou.

Não foram revelados os nomes dos atletas ou da modalidade que representaram, mas o Comité Olímpico Australiano disse que os organismos nacionais do futebol e râguebi estavam a investigar relatos de comportamentos desordeiros num voo para Sidney, na sexta-feira passada.

"Alguns jovens cometeram um erro , deixando os apartamentos num estado inaceitável. Os quartos não estavam completamente destruídos, de forma alguma", disse ainda Ian Chesterman.