Alrashidi conquista o bronze, mas precisa de ir aos Jogos de 2036 para bater um recorde

Alrashidi conquista o bronze, mas precisa de ir aos Jogos de 2036 para bater um recorde

Para bater o recorde do atleta mais velho a conquistar uma medalha, Abdullah Alrashidi precisa de chegar aos Jogos Olímpicos de 2036

Poderia pensar-se que Abdullah Alrashidi é o mais velho dos medalhados de toda a história dos Jogos Olímpicos. Afinal, tem 57 anos. Na verdade, celebrará 58 a 23 de agosto. Mas, analisando melhor, o atirador do Kuwait está longe de ser o mais velho dos medalhados de toda a história dos Jogos Olímpicos.

Medalha de bronze na disciplina de skeet, prova cuja final decorreu esta segunda-feira, Alrashidi repetiu o feito do Rio'2016, quando também foi o terceiro classificado. Mas, tal como há cinco anos, o atleta apenas passou a figurar entre os mais velhos a conquistar uma medalha.

A verdade é que para bater o recorde do atleta mais velho a conquistar uma medalha, Abdullah Alrashidi precisa de chegar aos Jogos Olímpicos de 2036, ano em que terá 73 anos. Só assim baterá o sueco Oscar Swahn, mecalha de prata em Antuérpia'1920, com 72 anos.

Swahn também era atirador, mas numa disciplina que não figura no programa olímpico desde 1924: o duplo tiro ao veado. Na altura, os atletas utilizavam uma espingarda para apontar a um veado metálico a uma distância de 100 metros.