Roger Federer sai do top 10 do ranking mundial cinco anos depois

Roger Federer sai do top 10 do ranking mundial cinco anos depois
Redação com Lusa

Tópicos

Ao falhar Indian Wells, Roger Federer, que em agosto anunciou uma terceira operação ao joelho direito, caiu para a 11.ª posição.

O tenista suíço Roger Federer, de 40 anos, saiu hoje, ao fim de cinco anos, do top 10 do ranking mundial de ténis, dando lugar à estreia do polaco Hubert Hurkacz, que ascendeu ao 10.º posto.

Com a conclusão do Masters 1.000 de Indian Wells, conquistado pelo britânico Cameron Norrie, o jovem polaco, de 24 anos, que atingiu os quartos de final do torneio, garantiu a entrada inédita nos 10 melhores do mundo, assim como o norueguês Casper Ruud alcançou o seu melhor ranking de sempre, ao subir a nono.

Ao falhar Indian Wells, Roger Federer, que em agosto anunciou uma terceira operação ao joelho direito, caiu para a 11.ª posição, numa semana em que o espanhol Rafael Nadal recuperou o quinto lugar, por troca com o russo Andrey Rublev, que é agora sexto.

Entre os portugueses, enquanto Pedro Sousa, ausente dos courts por estar lesionado, desceu 12 lugares e figura no 144.º posto da hierarquia ATP, João Sousa ascendeu seis patamares e está agora na 176.ª posição.

Frederico Silva, eliminado nos quartos de final no challenger de Alicante pelo vimaranense, que falhou depois o acesso à final, caiu para o 205.º lugar do ranking, ao passo que Gastão Elias é 222.º colocado, dois lugares à frente de João Domingues. Nuno Borges, por sua vez, ocupa o 268.º posto.

Na hierarquia mundial feminina, são várias as alterações esta semana, com exceção das três primeiras posições que continuam a ser dominadas pela australiana Ashleigh Barty, número um mundial, a bielorrussa Aryna Sabalenka e checa Karolina Pliskova.

Destaque para a estreia da tunisina Ons Jabeur entre as 10 primeiras da hierarquia WTA, ao ocupar o oitavo lugar, e para o regresso da japonesa Naomi Osaka, antiga líder mundial, ao top 10, figurando logo atrás da suíça Belinda Bencic, que subiu ao nono posto.

A grega Maria Sakkari atingiu também o seu melhor ranking de sempre, ao tornar-se sétima classificada.

Por seu lado, a espanhola Paula Badosa, que conquistou no domingo o torneio WTA Masters 1.000 de Indian Wells, depois de bater na final a bielorrussa Victoria Azarenka, trepou 14 posições na tabela, instalando-se no 13.º lugar.