Open da Austrália envolto em polémica: comida, ratos e diferentes condições motivam queixas

Open da Austrália envolto em polémica: comida, ratos e diferentes condições motivam queixas

Percorra a galeria de imagens acima clicando sobre as setas.

Redação

Tópicos

Torneio tem início agendado para 8 de fevereiro.

O Open da Austrália ainda não começou mas está já no centro da polémica, depois de três casos positivos de covid-19 em dois aviões fretados para transportar jogadores e outros elementos para o torneio terem obrigado todos os passageiros desses voos a ficar em quarentena num hotel durante 14 dias, sem poderem treinar.

E a polémica não passa apenas pela obrigatoriedade de isolamento: pois bem, os tenistas que não viajaram nestes dois voos têm também de o cumprir, mas com regras diferentes, podendo sair dos hotéis para treinar, com supervisão, e no máximo durante cinco horas por dia - assim, haverá diferenças na preparação dos tenistas.

"As pessoas que se queixam de nós têm o direito de o fazer. Não tenho problemas em ficar 14 dias na sala a ver Netflix. Acreditem que isto é um sonho tornado realidade, férias mesmo. O que não podemos fazer é COMPETIR depois de termos ficado 14 dias num sofá. Esta é a questão, não a regra da quarentena", escreveu Sorana Cirstea.

Além desta questão, no primeiro dia de quarentena surgiram outras queixas, como por exemplo com a comida servida nos quartos - de relembrar que os tenistas não podem utilizar o restaurante do hotel -, o que levou Benoit Paire a encomendar McDonalds. A presença de "visitantes" inesperados, como o rato no quarto de Yulia Putintseva, bem como o facto de o hotel não ter janelas foram outras das denúncias nas redes sociais.

Portugal terá, pela primeira vez, três participantes no quadro masculino de um "major", embora, de acordo com o site especializado Bola Amarela, João Sousa não tenha viajado por motivos pessoais.

Além do vimaranense, que pode começar pela 29.ª vez consecutiva um torneio do Grand Slam, também Pedro Sousa e Frederico Silva asseguraram presença no Open da Austrália.