Nuno Borges no quadro principal de Wimbledon: "Não ficaria triste se não jogasse"

Nuno Borges no quadro principal de Wimbledon: "Não ficaria triste se não jogasse"
Lusa

Tópicos

Nuno Borges "muito entusiasmado" e "preparadíssimo" para jogar singulares no Torneio de Wimbledon

Nuno Borges assume estar "muito entusiasmado" com o acesso ao quadro de singulares de Wimbledon, apesar das expectativas moderadas, na sequência da desistência do croata Marin Cilic, que testou positivo ao coronavírus.

"Soube ao final do dia, não estava nada à espera de receber esta notícia hoje. Mantive as expectativas baixas, mas sempre pronto para jogar. Não ficaria triste se não jogasse, mas, agora que sei que vou jogar, estou muito entusiasmado", contou o maiato.

Nuno Borges, número dois nacional e 123.º classificado na hierarquia mundial, foi chamado para substituir Cilic, 14.º cabeça de série, e vai estrear-se na principal competição do terceiro "major" da época, realizando assim "um sonho".

O jovem jogador, de 25 anos, vai defrontar na ronda inaugural, agendada para terça-feira, o norte-americano Mackenzie McDonald (55.º ATP), um jogador que conhece "mais ou menos."

"Já o vi no college e sigo-o, mais ou menos, desde que entrou no top 100. Será obviamente um encontro complicado, ele tem mais experiência e tem vindo a provar que merece estar no top 100. Vou tentar desfrutar ao máximo. Estou preparadíssimo e pronto para uma batalha", frisou.

Além de singulares, Nuno Borges vai jogar o torneio de pares com o amigo Francisco Cabral, o melhor jogador português na variante de duplas, ao figurar no 67.º lugar no ranking ATP, e com quem conquistou o troféu do Estoril Open.