Novak Djokovic "humilhado" em Viena pelo italiano Lorenzo Sonego

Novak Djokovic "humilhado" em Viena pelo italiano Lorenzo Sonego
Redação com Lusa

Tópicos

Número um do ranking mundial não teve hipótese no duelo com o 42.º classificado.

O tenista sérvio Novak Djokovic, número um mundial, foi humilhado pelo italiano Lorenzo Sonego, 42.º do ranking ATP, que o afastou por 6-2 e 6-1 no torneio de Viena, esta sexta-feira.

O transalpino de 25 anos, que no domingo perdeu na fase de qualificação e só entrou no quadro principal para substituir Diego Schwartzman, precisou de pouco mais de uma hora para conseguir uma vitória improvável, por números muito expressivos.

Djokovic, que pareceu sempre "ausente" do jogo, cometendo muitos erros pouco habituais, sai de cena nos quartos de final do ATP 500 com uma das derrotas mais expressivas da sua carreira.

Esta é a segunda derrota do sérvio esta época, depois de perder a final de Roland Garros há três semanas, ante o espanhol Rafael Nadal.

Destaque ainda para o afastamento do russo Daniil Medvedev às mãos do sul-africano Kevin Anderson, por 6-4 e 7-6 (7-5), enquanto o austríaco Dominic Thiem caiu ante o russo Andrey Rublev por 7-6 (7-5) e 6-2.