Portugal perde com a Ucrânia e tem o lugar no grupo da Taça Davis em risco

Portugal perde com a Ucrânia e tem o lugar no grupo da Taça Davis em risco

Seleção nacional vai disputar a permanência no Grupo I da Zona Europa/África com a África do Sul

A seleção nacional de ténis perdeu frente à Ucrânia a oportunidade de garantir na primeira eliminatória do play off a permanência no Grupo I da Zona Europa/África da Taça Davis, ao ceder hoje dois dos três pontos em disputa.

Depois do empate (1-1) registado na sexta-feira no Campa Tennis Club, nos arredores de Kiev, Portugal precisava de vencer dois dos três encontros previstos para hoje, mas acabou por ceder em pares e no terceiro encontro de singulares, permitindo a vitória da Ucrânia na eliminatória.

João Sousa e Gastão Elias defrontaram Sergiy Stakhovsky e Denys Molchanov (77.º no 'ranking' mundial de pares) e, após cederem o primeiro set, ainda levaram a decisão do encontro ao terceiro parcial, mas não conseguiram evitar a derrota, pelos parciais de 6-4, 3-6 e 7-6 (7-5), em duas horas e sete minutos.

Já em desvantagem na eliminatória (2-1), o número um nacional e 49.º ATP voltou ao court para medir forças com Stakhovsky (142.º), com quem havia perdido este ano na primeira ronda de Wimbedon, no terceiro encontro de singulares para tentar manter viva a esperança da seleção nacional alcançar a manutenção no Grupo I da Zona Europa África.

À semelhança do sucedido na véspera, mas contra Illya Marchenko, o vimaranense voltou a não entrar bem, e, embora tenha levado o encontro a terceiro set, não foi capaz de ultrapassar a experiência de Stakhovsky, que acabou por selar a vitória da Ucrânia, pelos parciais de 6-2, 4-6 e 6-4.

Atendendo ao resultado de 3-1 na eliminatória favorável à Ucrânia, os capitães de equipa, o português Nuno Marques e o ucraniano Andrei Medvedev, acordaram em cancelar o último encontro de singulares, que seria disputado por Pedro Sousa e Illya Marchenko, uma vez que serviria apenas para cumprir calendário.

Apesar do resultado desfavorável de hoje, Portugal poderá ainda alcançar a permanência no Grupo I na segunda ronda do play off frente à África do Sul, num encontro que terá lugar em outubro em território nacional.