Open da Austrália: Andy Murray despede-se após batalha com mais de quatro horas

Open da Austrália: Andy Murray despede-se após batalha com mais de quatro horas

Ex-número 1 mundial e atual 229.º do ranking, foi eliminado na ronda inaugural do Open da Austrália.

O britânico Andy Murray, ex-número 1 mundial e atual 229.º do ranking, foi eliminado na ronda inaugural do Open da Austrália, primeiro Grand Slam do ano, ao perder com o espanhol Roberto Bautista-Agut.

Murray, que anunciou recentemente que terminará a carreira em 2019, devido às lesões, perdeu com o 24.º da hierarquia em cinco sets, pelos parciais de 6-4, 6-4, 6-7 (5-7), 6-7 (4-7) e 6-2, após uma batalha de quatro horas e nove minutos.

Com 31 anos, o escocês conta no seu currículo com três títulos do Grand Slam, dois em Wimbledon (2013 e 2016) e um no Open dos Estados Unidos (2012), e é o bicampeão olímpico em título, face aos ouros de Londres (2012) e do Rio de Janeiro (2016).