Medvedev critica árbitro no Open da Austrália: "O que estás a fazer? És burro?"

Medvedev a visar a atuação do árbitro Jaume Campistol

 foto AFP

 foto AFP

Russo exibiu descontentamento ao árbitro do duelo com Tsitsipas por causa do comportamento do progenitor do adversário no jogo que valia o apuramento para a final

Durante a exigente meia-final ante Stefano Tsitsipas, no Open da Austrália, Daniil Medvedev perdeu a compostura, numa das pausas, por entender que o árbitro fazia vista grossa aos conselhos dados pelo pai do grego durante o encontro.

Sentado à direita de Jaume Campistol, num tom notoriamente exaltado, o tenista russo, que carimbou a passagem à final, criticou: "O que estás a fazer? O pai dele [de Tsitsipas] pode falar sobre todos os pontos? És burro? Podes responder à minha pergunta?", principiou Medvedev, indo aos arames com o silêncio do juiz.

As críticas prosseguiram em decibéis mais altos e até ordenou a Jame Campistol para que olhasse para ele e lhe respondesse: "Oh meu Deus, és tão mau, olha para mim, estou a falar contigo", afirmou o russo, descontente por alegadamente ouvir o pai de Tsitsipas a intervir na estratégia do filho.

Medvedev não foi, pese a forma ríspida como abordou o árbitro espanhol, sancionado e conseguiu, inclusive, levar a melhor sobre Tsitsipas na meia-final do Open Austrália.

O russo, que se qualificou pelo segundo consecutivo para a final do major do país oceânico, bateu o grego por 7-6 (7-5), 4-6, 6-4, 6-1, em duas horas e 30 minutos.

O vencedor do último Open dos Estados Unidos vai defrontar, na final de Melbourne, o espanhol Rafael Nadal, quinto classificado do ranking, que poderá fixar um novo recorde de vitórias no Grand Slam - tem 20 atualmente.