AMA volta a suspender laboratório de Madrid

AMA volta a suspender laboratório de Madrid

A Agência Mundial Antidopagem (AMA) suspendeu esta segunda-feira, novamente e com efeito imediato, a acreditação do laboratório de Madrid, após verificar que o funcionamento do mesmo não está em conformidade com as suas diretrizes.

Esta decisão proíbe o laboratório de realizar atividades em nome da AMA, "nomeadamente todas as análises de sangue e urina", explicou a agência, em comunicado.

O laboratório tem agora 21 dias a partir da receção da notificação para recorrer da decisão junto do Tribunal Arbitral do Desporto.

Em dezembro de 2012, o laboratório de Madrid tinha sido suspenso por um período de três meses.

A AMA considerou que o laboratório poderia evitar a suspensão se, durante um período de 12 meses que antecede a decisão de não conformidade, tivesse feito menos de 60 por cento dos testes antidoping em nome da Agência Antidoping espanhola (AEPSAD).

Com efeito, o valor fixou-se em 69 por cento em nome da AEPSAD no período de um ano iniciado a 19 de março de 2015, data da decisão de não conformidade da Espanha com as regras antidoping mundiais.