Futebol de praia: título mundial confirma supremacia de Portugal em 2019

Futebol de praia: título mundial confirma supremacia de Portugal em 2019

Esta foi a terceira competição conquistada este ano, depois do título europeu e dos Jogos Europeus

A conquista do Mundial de futebol de praia confirmou a supremacia da seleção e dos clubes portugueses em 2019, num ano em que a bandeira lusa se elevou sobre todas as outras a nível coletivo e individual.

No domingo, a seleção nacional arrecadou o terceiro título mundial da modalidade, ao vencer por 6-4 a Itália, na final da prova que decorreu em Assunção, no Paraguai, conquistando um troféu que tinha levantado em 2001 e 2015.

Esta foi a terceira competição conquistada este ano pela equipa treinada por Mário Narciso, que vinha do título europeu e dos Jogos Europeus.

A conquista da Liga Europeia de futebol de praia - o equivalente a um Campeonato da Europa - ocorreu em setembro, com um triunfo sobre a Rússia na final, por 4-2, na Figueira da Foz. Foi o sexto título europeu arrecadado por Portugal, após as vitórias em 2002, 2007, 2008, 2010 e 2015.

Poucas semanas antes, a equipa das quinas juntou ao palmarés a segunda edição dos Jogos Europeus, que foi disputada na Bielorrússia. Portugal recebeu a medalha de ouro, com uma vitória no jogo decisivo, perante a Espanha, por 8-3.

Figura importante destas conquistas foi Jordan Santos, autor de sete golos no Mundial'2019 e considerado o segundo melhor jogador da prova, atrás do japonês Ozu Moreira.

A maior distinção para o atleta do Sporting de Braga surgiu no início de novembro, quando foi eleito melhor jogador de futebol de praia do mundo, tornando-se no segundo atleta luso a conseguir o feito, depois de Madjer, em 2015.

Além do título individual, Jordan Santos foi igualmente peça integrante das conquistas do Sporting de Braga este ano.

Os tricampeões nacionais ergueram o troféu do Mundialito de clubes, em março, na Rússia, após superarem na final os italianos do ​​​​​​​Catania (7-6), e revalidaram o título europeu pelo terceiro ano seguido, vencendo a Euro Winners Cup -- a principal prova continental de clubes -- em junho, com uma goleada sobre os polacos do KP Lodz (6-0), na Nazaré.