Portugal com prata e dois recordes no quarto dia dos Europeus de natação adaptada

Portugal com prata e dois recordes no quarto dia dos Europeus de natação adaptada
Redação com Lusa

Dia positivo para Portugal nos Europeus de natação adaptada, esta quarta-feira.

Portugal fechou esta quarta-feira com uma medalha de prata, conquistada por Susana Veiga, e dois recordes nacionais o quarto dia dos Europeus de natação adaptada, que decorrem até sábado no Funchal.

Na penúltima prova do dia, para a qual partia com o melhor tempo, Susana Veiga, que tem uma displasia na perna direita, nadou para a prata e para recorde nacional em 1.04,33 minutos.

A espanhola Sarai Gascon arrecadou o ouro, com a marca de 1.02,93 minutos, e a sua compatriota Núria Marques Soto ficou com o bronze, ao nadar em 1.05,26.

Na final dos 400 metros livres S6, Daniel Videira foi quarto, com a marca de 5.15,72 minutos, que lhe permitiu bater o recorde nacional que lhe pertencia (5.18,61), ficando a 16,16 segundos do italiano Antonio Fantin, que conquistou o ouro (4.59,56).

Marco Meneses foi desqualificado na final direta dos 200 metros estilos SM11, prova que tinha terminado na quinta posição, com 2.43,55 minutos, marca que constituiria novo recorde nacional.

Ao quarto dia de competição, Portugal segue com duas medalhas, a de prata conquistada hoje, e uma de bronze, conseguida por Renata Pinto nos 100 metros bruços SB9.

A Rússia lidera o quadro de medalhas, com 15 ouros, 14 pratas e oito bronzes, depois de hoje ter ultrapassado a Itália, que liderava na terça-feira.

Adiada no ano passado devido à pandemia de covid-19, a competição, que decorre até sábado no complexo de piscinas olímpicas do Funchal, conta com a presença de 380 atletas, entre os quais oito portugueses, de 47 países.

Os Europeus da natação adaptada, que em 2016 também se realizaram na Madeira, têm a categoria open, pelo que contam com a presença de nadadores de todo o mundo, alguns ainda à procura de um lugar nos Jogos Paralímpicos Tóquio'2020, que decorrerão entre 24 de agosto e 5 de setembro.