Mike Tyson gastou 500 milhões "em mulheres" e não quer deixar nada aos filhos

Mike Tyson gastou 500 milhões "em mulheres" e não quer deixar nada aos filhos
Redação

Antigo pugilista sempre polémico. Já rebentou a fortuna que ganhou com o boxe

Numa entrevista ao podcast The Pivot, Mike Tyson foi... Mike Tyson. O antigo pugilista, sempre polémico fora do ringue como dentro ao longo da carreira, afirmou que gastou 500 milhões de dólares em mulheres, ou seja, toda a fortuna que ganhou com o boxe, e que não deixará nada aos filhos.

"O meu último milhão gastei-o na minha reabilitação, porque dos 500 milhões que fiz como boxeador, não me ficou nada. Foi tudo em mulheres e durou-me 15 ou 16 anos. Parecia muitíssimo dinheiro, mas acabou. O que deixo [aos filhos] é ensinamentos de trabalharem duro e rezarem muito. O dinheiro não lhes ia ajudar, causaria danos e não lhes ensinaria a valerem-se por eles próprios, a sobreporem-se às adversidades e a serem trabalhadores", afirmou Mike Tyson.

As suas declarações polémicas não se ficaram por questões familiares ou de dinheiro, também sobre o documentário que a produtora Hulu vai estrear sobre a sua vida, no dia 25 de agosto, e sem o seu consentimento: "Hulu é a versão de streaming de tráfico de escravos. Roubaram a minha história e não me pagaram. Não deixes que Hulu te engane. Não apoio a sua história sobre a minha vida. Não é 1822, é 2022. Roubaram a história da minha vida e não me pagaram. Para os executivos da Hulu sou simplesmente um 'preto' que podem vender em leilão", disse.