Jogos do Mediterrâneo: "Uma geração muito promissora para o desporto português"

Jogos do Mediterrâneo: "Uma geração muito promissora para o desporto português"
Redação com Lusa

Elogios do secretário de Estado da Juventude e do Desporto. Balanço de Portugal é de 25 medalhas.

O secretário de Estado da Juventude e do Desporto parabenizou a Missão portuguesa aos Jogos do Mediterrâneo, que conseguiu 25 medalhas na prova que termina esta quarta-feira na cidade argelina de Oran.

"Terminam hoje os Jogos do Mediterrâneo. Balanço muito positivo para a missão portuguesa. (...) Parabéns", escreveu João Paulo Correia.

O governante destacou ainda os 25 pódios alcançados, a melhor de sempre de Portugal, que tinha conseguido 24 na estreia, em Tarragona'2018.

Para Correia, estes resultados mostram "uma geração muito promissora para o desporto português".

Ao todo, Portugal conquistou 25 medalhas, somando os ouros de Leandro Ramos, João Coelho, Cátia Azevedo, Diogo Ribeiro, Camila Rebelo (por duas vezes) e Rafael Reis, à prata de Ana Pinho Rodrigues, Maria Inês Barros, Ana Catarina Monteiro, Diogo Ribeiro, Miguel Nascimento, Daniela Campos, Jieni Shao, Lorène Bazolo, Liliana Cá e da equipa masculina de ténis de mesa, e os bronzes de Raquel Pereira, Rafaela Azevedo, Lorène Bazolo, Evelise Veiga, Filipa Martins, Tiago Pereira, João Geraldo e da equipa feminina do ténis de mesa.

Os Jogos do Mediterrâneo Oran'2022 arrancaram em 25 de junho e terminam hoje, tendo contado com mais de três mil atletas de 26 países diferentes, incluindo 159 portugueses em 20 disciplinas.