Jogador de badminton português morre aos 16 anos

Jogador de badminton português morre aos 16 anos
Redação

"Era um dos nossos mais promissores jogadores", escreve a Federação Portuguesa de Badminton.

Tomás Sacramento, jogador de badminton português, morreu aos 16 anos, na sequência de problemas pós-operatórios, comunicou a Federação portuguesa da modalidade.

O atleta natural das Caldas da Rainha era "um dos mais promissores jogadores da modalidade", refere o organismo.

O comunicado da FPB:

"O Badminton está de luto. Faleceu, em consequência de problemas pós-operatórios, um dos nossos mais promissores jogadores da modalidade, atleta da UAARE: O Tomás! O Tomás Sacramento. Na flor da idade, com toda uma vida para conhecer e percorrer, partilhando a amizade dos seus pais, avós, irmã e demais família e amigos, repentinamente, deixou-nos, passando a ocupar um lugar no céu.

Fica esta ausência eterna que o tempo, lentamente, irá diluindo por força da habituação que acompanha o homem, levando-o a acabar por se render e aceitar o destino, por mais cruel que este se identifique e apresente.

Natural e residente na cidade das Caldas da Rainha, perdurará, para sempre, na memória de todos nós a gentil e simpática presença do Tomás: Como jogador, como amigo, como filho, como rapaz educado, generoso, feliz e amante da vida!

À família enlutada, as nossas mais sentidas e sinceras condolências."